domingo, 18 de novembro de 2007

Banheiro feminino



Desde sempre, ou praticamente isso, há, por parte da homarada, um mistério que rodeia nada mais, nada menos que o banheiro feminino. Para esta plebéia cobalística (nã é Alan? rsrs) o que se passa é que a maioria não entende qual o motivo de quase toda mulher ir acompanhada de uma amiga ao mictório "cor de rosa". A curiosidade aguçada faz os rapazes imaginarem muitas coisas que vão dos temas mais pervertidos aos mais simplistas que realmente não sei quais poderiam ser... É, acho que na verdade eles param nos mais pervertidos mesmo...
Como mulher posso dizer que vamos ao banheiro juntas porque queremos conversar sem a presença de outras pessoas, porque queremos a opinião de uma amiga sobre a cor do batom, para falarmos de homens, para falarmos mal de mulheres, para contar sobre ontem, enfim, muitas coisas. Mas há também dois subgrupos: o grupo das mocinhas que vão aos banheiros para deixarem "poemas" nas portas ou para delimitarem território ou, ainda, para xingarem alguém e, por último mas não menos importante, o grupo daquelas que documentam as pérolas, através de fotos, do "maravilhoso e decadente universo" do banheiro para mulheres.
Acima, como vocês, caros leitores, podem ver seguem algumas fotos tiradas no banheiro feminino da Cobal, no Humaitá, local este onde foi criado (após muitos e muitos chopes) o nome Teorias Cobalísticas. Para quem tem curiosade de saber um pouco sobre o "misterioso" (??) banheiro feminino um presentinho (que pode muito bem ser de grego)...
Ah, e se alguém puder explicar o que significa "Pega a minha essência e balança" por favor me expliquem ou deixem suas teorias...

3 comentários:

Alan D. Braga disse...

Eu, como adepto do não-sentimento, sou direto: acredito que a essência seja o caldo... Caldo feminino. Só não sei o que seria balançar... Talvez, um gargarejo. heheheh (Se vocês, plebéias cobalísticas, acham que essa foi terrível, péssima, de mau gosto, saibam que me inspirei na social de sexta passada, onde o duplo sentido reinou e todos estava "inspirados"...)

Juliana Aquino disse...

O não-sentimento.. este merece um post único, mas tem q ser depois de uma noite na Cobal com reclamações da Bel sobre a conta! hahahahahha

Grazy Vedder disse...

Realmente Alan...vc é o maior adepto ao "Não-sentimento"!!!

E Jú...sinto muito, mas mesmo sendo mulher, não consigo explicar nada que se passa em banheiro de mulher...as pixações então...é puro poesia...é complexo demais! é melhor deixar quieto, rsrsrsrs.