segunda-feira, 12 de novembro de 2007

Produto 100% Nacional


A pedidos, vamos tentar fazer uma pesquisa sobre as frases mais ditas por nós, brasileiros, tiradas de filmes nacionais.
Humildemente lembrarei aqui de algumas, poucas, raras falas de filmes nacionais que podem fazer, sim, parte do nosso dia a dia.
Ok, ok, por aqui todos vão perceber que vejo muito pouco filme brasileiro...
Vamos lá!
"Se eu fosse você... " - filme Se eu fosse você
"Pede para sair! Pede para sair!" - frase do filme Tropa de Elite
"Pega a vassoura" (acho que é assim...) - Tropa de Elite
...
Então, como falei dei a minha pequena (por sinal bastante pequena) contribuição. E aí! Quem vai ser o próximo?

5 comentários:

Grazy Vedder disse...

Bem...não posso contribuir muito pq não sou fã do cinema nacional. Mais vai 2 frases de 2 únicos filmes daqui que gostei: "Vai pro saco!" e "Meu nome é Zé Pequeno P***A!". é isso aí!

Alan D. Braga disse...

dgd"Dadinho é o caralho... Meu nome agora é Zé Pequeno, porra!" (palavrão sim... Vocês falam isso diariamente e agora não colocam aqui por que tão com nojinho?!)
"Eu tô limpa... Limpa!" (Rodrigo Santoro de Lady Di)
"Aí é sem chance, doutô..." (Gero Camilo, o marido da Lady Di)
"Ó paí, ó!" (O filme como um todo...)
"Eu nunca escrevi nada torto em toda a minha vida" (o Deus de "Deus é brasileiro")
"Hoje eu como até gorda..." (o amigo do protagonista de "Houve uma vez dois verões")
E por aí vai... Ao contrário de uns e outros aí em cima, eu sou fã de Cinema Nacional. E se Deus realmente não escrever linhas tortas, um dia eu faço parte do Cinema Nacional.

Phernando Faglianostra disse...

Vejamos:

"Olha como eu sou macia, macia..." - Xuxa, em Amor Estranho Amor
"Pau que nasce torto, nunca se endireita..." - Carla Perez, em Cinderela Baiana
"Isso se chama caipirinha" - Jô Soares, em O Xangô de Baker Street
"Um ovo é um ovo" - Fausto Silva em Inspetor Faustão e o Mallandro

e outros cRáÇicos do cinema nacional aê...

Juliana Aquino disse...

Phernando, essa da Xuxa foi ótima! hahahaha
Volte sempre!!!!!

Léo Ramos disse...

"Mente pra mim, diz que me ama!"
"Quem foi que desenhou caralhinhos voadores na parede do banheiro?"
"Me F**E, Me F**E, Cadelão."
"O médico conserta. É o Pitanguy dos cabaços."
E por aí vai...