segunda-feira, 5 de maio de 2008

De tão gostosa tem até museu


Hoje os leitores de Teorias Cobalísticas terão uma overdose de posts inúteis da Ju, mas tudo bem, porque faz parte do show. Eu amo uma boa batata frita e tenho as minhas eleitas às mais gostosas. Assim como eu milhões de pessoas nos quatro cantos do mundo têm a mesma paixão e o amor é tão grande que o primeiro museu dedicado exclusivamente à batata frita foi inaugurado no dia 1º de maio, na cidade medieval flamenga de Bruges, a 96 quilômetros ao nordeste de Bruxelas.
Segundo o site da BBC Brasil, a Bélgica é o país que reivindica a criação de um dos pratos mais populares do mundo. Ainda segundo matéria da BBC, "as peças expostas contam a história da batata desde sua origem, no Peru, até a chegada à Europa pelas mãos dos conquistadores espanhóis e a popularização por todo o mundo, depois que soldados americanos e britânicos que lutavam na Primeira Guerra Mundial provaram o tubérculo frito vendido nos portos belgas.
Eles seriam os responsáveis pelo nome como o prato ficou conhecido em inglês - french fries, fritas francesas, em alusão ao idioma falado pelos belgas (ao lado do flamengo, derivado do holandês)".
A matéria informa também que o museu mostra a presença do prato na produção literária e artística belga, e apresenta objetos representativos do culto à batata frita na Bélgica. Entre eles, estão grandes esculturas que tradicionalmente decoram os frietkot, quiosques dedicados ao produto, presentes em cada praça do país.

Um dia eu vou lá!!!! Delícia! Hummmmmmmmmmmmmmmmm

3 comentários:

Grazy Vedder disse...

Yummi!

Juliana Aquino disse...

Gosotu né?? Eu tbmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmm

J.B. disse...

Ai, meu Deus! Devo uma porcentagem significativa de meus quilos a esse "tubérculo" (gosto dessa palavra)..rs..
Beijos, meninas!